O que é plástico?

video
    Plástico é um verbete derivado do grego "plastikós", que tem um significado relativo às dobras do barro. Em latim assumiu outro significado, o de algo que pode ser modelado. Este significado foi o escolhido para designar as propriedades e facilidade de modelagem desse novo material, o plástico.
Plásticos Termofixos
   O plástico é um composto orgânico polimérico sintético, de grande maleabilidade e facilmente transformável na presença de calor e altas pressões. Existem dois tipos de plásticos os termorrígidos ou termofixos e os termosplásticos. Os plásticos termofixos são aqueles que são maleaveis apenas no momento da fabricação, ou seja, endurecem permanentemente após a finalização do processo industrial e os termoplásticos são aqueles que podem ser facilmente remodelados na presença de calor mesmo após sua fabricação.
Termoplásticos

A industria do plástico e seus processos.

Grãos plásticos prontos para serem derretidos
   A industria de plásticos se divide em dois segmentos, uma delas produz a matéria prima na forma de pequenos grãos e o outro segmento da indústria é responsável pela modelagem para a confecção de produtos que serão vendidos. Esta confecção utiliza os grãos que são derretidos em  maquinas e depois injetados em moldes que logo em seguida serão resfriados até voltarem à temperatura ambiente, esse tipo de confecção é conhecida como modelagem por injeção.

   Outro processo utilizado pela industria dos plásticos é o assopro, prática na qual se lança um jato de ar para moldar o plástico, esse método é amplamente utilizado na produção de garrafas e frascos.
Processo de modelagem
      


Outro processo é a extrusão, neste procedimento o plástico fundido passa por um um orifício circular em rotação formando pequenos filamentos e é imediatamente resfriado. A extrusão é utilizada na fabricação de fios e mangueiras. Segue um vídeo explicativo.
video
   Além desses processos há também a calandragem, técnica na qual os grãos plásticos derretidos após atravessar os cilindros em rotação, transformam-se em uma fina lâmina. Esse procedimento é utilizado na fabricação de couro sintético, supermecados, sacos para lixo e filmes tranparentes.

Termoplásticos, termorrígidos e suas classificações.

   Os termoplásticos e os termofixos são divididos em diversos subgrupos. Os termoplásticos se dividem em sete tipos, PET, PEAD, PVC, PEBD, PP, PS, e outros compostos que não podem ser reciclados. O PET (polietileno tereftalado) é um dos mais utilizados e conhecidos, foi desenvolvido em 1941 por Whinfield e Dickson. Por ser leve, resistente, transparente, inerte (não participam de reações químicas) acabou tendo uso na produção de embalagens de refrigerante e na indústria textil.
   O PEAD e o PEBD (polietileno de alta ou baixa densidade) são materiais inertes que possuem muitas  características semelhantes, entre elas a atoxidade, a impermeabilidade, diferenciando-se apenas na resistência à pressão e à temperatura, nas quais o PEAD é mais resistente.
   O PVC (policloreto de vinila) é uma material que pode ser tanto rígido como também flexível, além de ser atóxico e inerte.
   PP(polipropileno) é outro importante composto para a indústria, devido a suas características de fácil modelagem, alta resistência e principalmente seu baixo custo, ele é muito utilizado na fabricação de produtos como copos plásticos e equipamentos médico-cirurgícos.
   O PS(Poliestireno), ou mais conhecido como isopor, é utilizado como isolante térmico e elétrico. Sua produção é muito barata, tem elevada resistência e baixa absorção de humidade.
   O sétimo grupo é composto de diferentes plásticos que possuem características distintas em comparação aos outros e não podem ser reciclados.
  Os termofixos, diferentemente dos termoplásticos, dividem-se em apenas dois grupos. O PU(Poliuretanos) que possuem uma variabilidade de densidade e dureza de acordo com a reação para a obtenção deste plástico. E o  EVA(poliacetato de etileno vinil) que é um material resistente, atóxico e aderente é utilizado na fabricação de ferramentas que possuem plástico em sua base, exemplo a tesoura e o estilete.

Plástico ou não plástico, eis a questão.

video
   Desde materiais simples, como a escova de dentes, ou complexos, como o computador, o plástico é um dos principais compostos utilizados em suas fabricação. Na verdade, ele é o composto mais utilizado na indústria terciária.
   Mas então como era a vida sem esse material? O plástico apesar de ser um dos compostos mais importantes hoje em dia, no passado era possível viver normalmente mesmo sem esse milagroso material. Isso se deve porque antigamente não existia a necessidade de se ter um plástico presente em algum produto. Por exemplo, os objetos de higiene pessoal eram feitos com partes de animais, com a demanda do mundo moderno, esses animais já estariam em extinção, e não haveria mais como fazer tais materiais. Por isso a necessidade de se ter um material tão durável e tão bom. Por outro lado ele prejudica a natureza já que não é facilmente decomposto.

Fonte

Imagem - Reciclagem
Acessado em 23 de agosto de 2010

Imagem - Polímeros
Acessado em 23 de agosto de 2010

Imagem - Termoplásticos
Acessado em 23 de agosto de 2010


Imagem - Plásticos Termofixos
Acessado em 23 de agosto de 2010 


Imagem - Processo de Modelagem
Acessado em 23 de agosto de 2010

Vídeo - Prensa de Extrusão
Acessado em 23 de agosto de 2010

Vídeo - Cem Anos do Plástico
Acessado em 23 de agosto de 2010

Vídeo - Minha Vida sem Plástico
Acessado em 24 de agosto de 2010 

CANTO, Eduardo leite do - Plástico Bem supérfluo ou mal necessário? 2ª edição, Editora Polêmica 2004.